quarta-feira, 1 de março de 2017

O QUE COMER?




Para ter saúde não basta uma alimentação saudável e preciso uma vida equilibrada, entre outras coisas.
Por Mary_Mariana
Petrópolis-RJ
01/03/2017

Tudo o dia nós fazemos esta mesma pergunta.  Muitas pessoas podem ser dar ao luxo de escolher o que comer e onde ir comer; agradeço todos os dias por essa graça. Mas existem muitas pessoas que são privadas deste pequeno e tão necessário luxo, pelos mais diversos motivos, como por exemplo, situação financeira, problemas de saúde e etc...  
Bem, hoje em dia estamos vivendo um modismo relacionado à como se alimentar saudavelmente, eu te pergunto: você sabe o que é comer saudavelmente?
Então, alguma coisa você sabe sim, devido à divulgação pelos meios de comunicação, pela a orientação do seu médico, pelas dicas dos amigos ditos saudáveis. Porque ditos saudáveis? Eu acredito que não existe ninguém saudável completamente e nem dono da verdade, mas ter um problema de saúde não é o fim do mundo, basta adaptar-se e se lembrar de que: ninguém e igual a ninguém. O que serve para você não serve para o outro, de a dica de saúde, mas mande procurar um especialista. E mais uma coisa estamos sendo envenenados descaradamente pela boca e isso já faz algum tempo, mas deixe este assunto para depois, em outras matérias aqui do blog. E importante também respeitar as escolhas dos outros, boa o ruim a escolhar é de cada um.
O que comer? Venho fazendo esta pergunta muito frequentemente com o foco no tão, tão saudável, rs rs rs...  Bem gente comer saudável, dar trabalho, leva tempo e acaba dando até estress, sem falar das piadinhas dos colegas, a mais famosa a da alface por exemplo. Bem nem ligo para isso, mas vamos deixar este tema das piadinhas para outra oportunidade. Aqui quero focar algo que aconteceu ontem comigo e me fez pensar em tudo que estou escrevendo aqui.
Ok, depois de ir ao velório de uma colega, que pouco convivi e da sua estória de vida sei pouco e isso pouco importa, pois tem pessoas que o coração está estampado no rosto. Não gosto de velório e muito menos cemitério, mas faz parte da vida, estava lá como sempre pelos vivos, pelo apoio e solidariedade numa hora triste, as pessoas que ela amava e convivia. Numa terça-feira de carnaval, triste, isso foi para lembrar-me que nossa vida é feita de altos e baixos, por um momento me passou muita coisa na cabeça, mesmo sabendo que tudo acaba em pó eu precisava seguir, e aí segui minha família, que me acompanhava, as compras.
Nas compras buscava no primeiro mercado algo para a minha alimentação dita saudável, mas eta mercado caro e com poucas opções, então eu resolvi ir sozinha ir a outro mercado, buscar o que eu procurava, no segundo encontrei boa parte do que buscava e fiquei satisfeita. Nesta minha compra eu procurava algo a mais, delicioso mais não tão saudável, que quem pode e comendo com moderação não faz mal, uma torta alemã, que era para dar de presente para meu filho. Fui para casa lanchar e minha mãe com todo o carinho fez uma pizza de queijo pensando em mim, já que sou vegetariana, mas a sobremesa era sorvete e eu depois daqueles meus pensamentos em que todos vamos virar pó, resolvi comer um pouco, aí meu filho me perguntou, mãe você não é vergana, vai tomar sorvete? Eu não gosto de rótulos, o que sou o que deixo de ser, só a mim cabe saber, mas amo compartilhar conhecimento, quando mais me dou, mais recebo.  Na verdade o que estou buscando com esta divulgação do que é ser vegana vegetariana e encontrar novas opções na minha vida, porque não adianta ter uma alimentação saudável, sem ter uma vida equilibrada entre os altos e baixos. Naquele momento me permiti a comer um sorvete de flocos que nem gosto muito para me dar um prazer... Caramba, agora me pergunto por que fiz isso? Que prazer me deu isso?  Só sei que meu filho me perguntou: porque divulgava sobre ser vegana vegetariana e comia soverte? Divulgo no meu blog e nas minhas redes sociais um ponto de vista meu, num certo momento meu, mas tudo nesta vida é temporário.
“Tudo na vida é temporário. Por isso, se as coisas correrem bem, desfrute-as, porque não duram para sempre e, se as coisas correrem mal, não se preocupe, também não durarão para sempre.”
Pensando assim, eu me perdoo e sigo em frente sem pensar muito no que o outro está pensando, mas buscando o meu melhor e o melhor para mim em matéria de alimentação, e se acontecer de novo que eu escolha um sorvete dos meus preferidos, rs rs rs.
Escrevendo este me dei conta do porque me dedico a estes blogs e redes sociais com tanto carinho e dedicação, e que por de trás desta telinha têm um ser humano, que respeito e amo muito, claro que cada um de uma forma diferente de amar, na busca de viver melhor comigo mesma acabo convivendo melhor com vocês e nesta troca de conhecimento e amizade, ganho algo que nenhum dinheiro pode comprar e este tesouro levo comigo no meu coração...

Por Mary_Mariana
Petrópolis-RJ

01/03/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário