sexta-feira, 28 de outubro de 2016

TAIOBA




Taioba e seus Benefícios

Os alimentos naturais são nossos maiores aliados para uma alimentação rica em nutrientes, como as verduras em folhas, pois contém baixo nível calórico e alto nível nutricional. Além disso, garantem sensação de saciedade, pois são ricas em fibras. Uma dessas verduras em folhas, que é uma excelente aliada a esse processo, é a Taioba.

Poucos conhecem, pois é uma verdura tipicamente mineira e muitos sequer chegam a conhecê-la. Seu sabor se assemelha ao do espinafre, porém é um pouco mais suave. Ela é feita como outras verduras em folhas que são refogadas, como o almeirão, mostarda, couve, etc.

A taioba é composta por diversos nutrientes. Entre os nutrientes que compõe esta verdura tão nutritiva estão:

Vitamina A
Responsável pelo controle do ciclo visual no organismo. Sua falta pode causar diversos problemas entre eles: cegueira noturna, dores de cabeça, dores nos olhos entre outros problemas mais;

Vitamina B
Atua diretamente no sistema neurológico. Sua falta pode causar: cansaço, perda de apetite, dores de cabeça, depressão, tontura, entre outros sintomas;

Vitamina C
Ela atua como fator importante para regular a imunidade no organismo e também como combatente ao stress. A carência de vitamina C pode causar: baixa imunidade, hemorragias e dificuldade nos processos de cicatrização;

Cálcio
Possui importante papel na formação de ossos e dentes. A falta de cálcio no organismo pode causar osteoporose;

Ferro
É responsável por manter os níveis das substâncias sanguíneas necessárias para o bom funcionamento do corpo. A falta de ferro no organismo pode causar anemia, podendo chegar até à leucemia;

Fósforo
De importante papel no organismo, o fósforo auxilia o cálcio na formação de ossos e dentes fortalecendo-os. Além disso, participa ativamente no processo de geração de energia pelas células e pelo corpo, sendo peça vital para o bom funcionamento do organismo.

taiobaCom todas essas substâncias, a taioba torna-se um alimento importante para a nutrição humana. Além disso, ela pode substituir o consumo de alguns alimentos por conter quantidades significativas de diversas substâncias, tornando-a um alimento mais completo. Portanto, se você quer ter uma alimentação saudável, mas não gosta de um ou outro alimento, experimente a taioba. Além de saborosa é um alimento extremamente nutritivo, é claro tem que procurar muito!

A realidade das hortaliças  (por Jaime Gesisky)

É uma pena que a Taioba como muitas outras espécies de hortaliças esteja sumindo da nossa mesa, dos quintais e das feiras pelo Brasil afora.

Tornou-se raridade a hortaliça. Já que a planta é uma opção alimentar das mais ricas e saborosas. Enquanto os pais buscam suprir a carência de vitamina A na nutrição de jovens e crianças com suplementos e artifícios, a velha e boa taioba vai para o baú do esquecimento. Há uma verdadeira falta de educação alimentar baseada nos produtos nativos da nossa flora ou de espécies que chegaram aqui há séculos e que se aclimataram bem nas terras brasileiras.

Cultivada há milhares de anos na China e no Egito, a taioba se parece com a couve, mas tem folhas maiores, mais largas e mais vistosas. As pesquisas já comprovaram que a folha tem mais vitamina A do que a cenoura, o brócolis ou o espinafre. Por ser rica em vitamina A e amido, é um alimento fundamental para as crianças, idosos, atletas, grávidas e mulheres que amamentam.


 Referências: Wikipédia // Slow Food Brasil // A Boa Terra

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

OLHE PROFUNDAMENTE A NATUREZA...



                        Olhe profundamente a natureza,e então você vai entender tudo melhor.

Albert Einstein.

sábado, 8 de outubro de 2016

VAMOS ABRAÇAR MAIS ÁRVORES! SAIBA PORQUE...





Homem e natureza se complementam, afinal, só existimos porque a natureza proporciona as condições climáticas ideais para nossa espécie e também fornece todos os recursos naturais que precisamos. Tudo isso não é novidade para ninguém, tanto é que cada vez mais a questão da sustentabilidade é discutida por vários setores da sociedade, entre empresas e governos. A novidade da vez é que cientistas chegaram à conclusão de que abraçar árvores faz bem à saúde… Sério!
Além do simbolismo hippie de paz, amor e respeito à natureza, um estudo publicado no livro de Matthew Silverstone, chamado de “Cego pela Ciência”, confirma que existem benefícios reais para saúde ao abraçar uma árvore. Segundo o estudioso, entre os efeitos positivos estão o combate a doenças mentais, hiperatividade, transtorno de déficit de atenção, depressão, tempo de reação e ainda dores de cabeça. Além disso, segundo o livro há resultados positivos de saúde e bem-estar quando crianças abraçam árvores e interagem com plantas. No livro, Matthew apresenta dados de melhoras cognitivas e emocionais de meninos e meninas em locais verdes.
Você pode até pensar que viver ou trabalhar em locais arborizados passa uma tranquilidade natural, por isso o bem-estar. Porém, Matthew defende em seu estudo que existem propriedades vibracionais que as árvores transmitem às pessoas. “Tudo vibra, vibrações diferentes, sem dúvida, afetam comportamentos biológicos”, complementou o autor.

De acordo com o estudo, a pessoa recebe vibrações diferenciadas ao tocar uma árvore e isso pode fazer bem à saúde, principalmente nos dias de hoje, já que cada vez mais doenças relacionadas ao stress e estilo de vida aparecem na sociedade.

Fonte Internet...
Desconheço o ator(a)

domingo, 18 de setembro de 2016

TORTA VIVA COM BANANA E MORANGO









INGREDIENTES

2         bananas maduras
4         tâmaras (pode substituir por uvas passas)
2         colheres de sopa de cacau em pó 100%
4         colheres de sopa de aveia em flocos
4         morangos picados

MODO DE PREPARO
Bater as bananas, as tâmaras e o cacau no mixer ou liquidificador
Com uma colher, misturar esse creme na aveia
Usando um aro sobre o prato, colocar metade da massa, pedaços de morango, mais massa e mais morango

Retirar o aro e servir


Obs.: Coloquei a massa nas forminhas e levei ao congelador por dez minutos para ficar firme e fácil de desenformar, depois e só colocar os morangos picados por cima...

domingo, 11 de setembro de 2016

O VALOR ESPIRITUAL DO ALIMENTO...



"O valor espiritual do alimento compreende a compra, a preparação, a aceitação e o ato de comer. O alimento selecionado com cuidado, preparado com amor, aceito com gratidão e ingerido com pureza, torna-se um tônico para a alma e para o corpo."

CREME DE ABACATE COM LEITE DE AVEIA



Veja também:
http://pazamorevidasaudavel.blogspot.com.br/2016/09/leite-de-aveia-caseiro.html


Ingredientes

1 Abacate médio
½ Copo de leite de aveia
1 Colher de sopa de limão

Modo de preparo

Bata tudo no liquidificador até que fique bem consistente! Leve a geladeira.

Obs: Adoce a gosto...




LEITE DE AVEIA CASEIRO


Veja também:

http://pazamorevidasaudavel.blogspot.com.br/2016/09/creme-de-abacate-com-leite-de-aveia.html



Rendimento: 4-5 copos
Tempo: 20 minutos (molho), 15 minutos (preparo)


INGREDIENTES


1 xícara de aveia
2 xícaras de água filtrada*
Uma pitada de sal


INSTRUÇÕES


Deixe a aveia de molho por mais ou menos 20 minutos (se ficar mais tempo é ainda melhor!). Depois que amolecer, coe e jogue a água do molho fora.
Coloque a aveia no liquidificador com 2 xícaras de água filtrada e uma pitadinha de sal (a proporção é sempre 1 xícara de aveia, 2 de água).
Bata até atingir uma consistência mais grossa. Coe com um coador e um pano fino limpo para não deixar passar tanto os resíduos do leite. Guarde na geladeira por até 4/5 dias, mas é melhor se consumido fresco.


Opcional: para deixar o leite mais saboroso você pode colocar gotas de essência de baunilha.
*Caso prefira um leite mais líquido, adicione mais água. Algum resíduo costuma ficar no fundo do compartimento. Agite bastante antes de beber.

O resíduo do leite é uma boa fonte de fibras solúveis. Guarde para utilizar em outras receitas!

O leite de aveia é um dos leites vegetais mais fáceis (e baratos!) de serem feitos em casa. O processo é super rápido e ele tem gosto neutro, podendo ser utilizado em diversas receitas como substituto do leite convencional.

A aveia contém um carboidrato chamado beta-glucano que:
– retém água (por isso esse leite tende a ser mais espesso que os demais)
– faz com que aquele mingau fique super cremoso e os bolos fofinhos
– ajuda a baixar o nível de colesterol

Também são cheias de compostos antioxidantes e fibras solúveis que reduzem a absorção de açúcar no sangue.

Fonte:
Diversas Internet...



quinta-feira, 8 de setembro de 2016

O QUE É ALIMENTAÇÃO VIVA?



Alimentação Viva

O que é Alimentação Viva?

A Alimentação Viva, constituída de alimentos crus, germinados ou hidratados, é a maneira de interagirmos com a Natureza, de uma forma mais profunda, utilizando, de maneira eficiente, os nutrientes que Ela nos oferece. Ao comermos sementes (germinadas ou hidratadas), verduras, frutas, algas, cogumelos, ou qualquer alimento cru e integral, estamos preservando a estrutura original do alimento, organizada em nutrientes e enzimas. Ou seja, preservando seu alto potencial solar e vital, generosamente oferecido pela Natureza.
Se aquecermos os alimentos numa temperatura superior a 42°C e os submetermos em certos tipos de processamentos bruscos, como os refinamentos e a refrigeração por longos períodos, suas estruturas moleculares são afetadas. Grande parte de suas propriedades nutritivas se perdem, principalmente as enzimas, encontradas nos alimentos crus, que são progressivamente desativadas.
Para digerir a comida cozida, o organismo humano é obrigado a produzir um excesso de enzimas digestivas, gastando mais energia do seu próprio sistema. Além disso, tem prejudicada a produção de enzimas envolvidas em outros processos vitais. Os alimentos, com suas propriedades enzimáticas preservadas, contribuem para a regeneração, cura e equilíbrio energético e bioquímico do corpo.
O uso de agrotóxicos, fertilizantes químicos, sementes geneticamente modificadas, processamento, cozimento, etc. são gastos extras de energia. Além de serem recursos que empobrecem, desequilibram e matam os alimentos em um meio de produção totalmente irracional e desconectado da sabedoria ecológica.
É gasto mais para se preservar menos e permite-se a perda de potencial regenerativo. E, em consequência, se gasta mais em remédios alopáticos, produtos de beleza e cirurgias. Tudo desnecessário, se o alimento fosse utilizado como medicamento, uma vez que sua capacidade curativa é bem mais abrangente quando suas propriedades são aproveitadas sinergicamente.
Entendemos que, ao utilizarmos os recursos naturais de forma consciente, honramos a nossa natureza física. Estabelecemos uma conexão profunda com a vida e abrimos uma porta de entrada para nossa manifestação espiritual.
Estamos nos referindo a uma culinária extremamente sofisticada e saborosa. Encanta pela beleza, transformando em arte o conhecimento de que nos é possível usar sabedoria em benefício da saúde. É possível viver artisticamente, aproveitando todos os recursos disponíveis para honrar nossa natureza física e utilizá-la como porta de entrada para a manifestação espiritual. A nossa intenção perante o Alimento Vivo deve ser a busca da nossa cura e da cura do Planeta. Nesse sentido, a Alimentação Viva colabora para clarear a nossa mente e propiciar a pureza dos pensamentos.
É esse o ensinamento que nos deixou a comunidade dos essênios. Eles tinham os alimentos germinados como ingredientes importantes na regeneração da saúde. Esse povo, além de atuar na cura de doenças, tinha como seu propósito mais elevado a cura da humanidade. Para eles, o alimento era uma bênção Divina: o cuidado de alimentar o corpo com o Alimento Vivo significava criar um canal de passagem para as energias sutis. Os seres vivos precisam se alimentar dessa energia para que a vida possa se manifestar em sua plenitude. A energia vital está presente na Natureza, no ar que respiramos, no Sol, na Terra, na Água.
O Alimento Vivo (frutas, verduras cruas, sementes, brotos, etc.) absorve essa energia da Natureza. Quando comemos esses alimentos, recarregamos as nossas baterias, nos harmonizamos com as forças da Natureza.
A dieta com Alimento Vivo é um recurso que está sendo utilizado em diversos centros de cura. Principalmente na cura das doenças degenerativas, para reequilibrar as funções metabólicas e regenerar o organismo.
A Alimentação Viva pode ser considerada um estilo de vida, e trata-se de uma opção voluntária pela simplicidade. São milhares de pessoas que já fizeram essa escolha, e muitas há mais de 40 anos.
Encontramos, espalhados pelo mundo, diversos restaurantes de Comida Viva. Revistas, livros editados, organizações, centros de cura, fornecedores e consultores dando suporte à Alimentação Viva. E a mídia vem divulgando cada vez mais. No Brasil, existe um movimento forte, principalmente no Rio de Janeiro, onde encontramos: Projeto Terrapia, na Fiocruz, Biochip, no Departamento de Artes da PUC, Oficina da Semente, Restaurante Universo Orgânico, entre outros. Aqui em Brasília, no Restaurante Girassol, também estamos caminhando nesse sentido. Em diversos outros estados do Brasil, estão acontecendo movimentos em prol do Alimento Vivo”.

Alimentação Viva ou Nutrição Enzimática?
De acordo com Norman W. Walker, em “Votre Santé Par Lês Jus Frais de Legumes” (“Sua Saúde por Meio de Sucos Frescos, de Frutas e de Legumes”): “...as enzimas não são substâncias, elas são um princípio magnético intangível de energia cósmica da vida, intimamente ligada na ação e na atividade do menor átomo presente no corpo humano, nos vegetais e em toda forma de vida.” O que nos mantém vivos no nosso corpo é a capacidade renovadora e regeneradora da vida. Como dependemos de comer para viver, necessitamos ingerir alimentos capazes de alimentar de forma construtiva o nosso corpo. Portanto, nosso corpo exige uma alimentação composta por elementos idênticos àqueles que o compõem. E, com certeza, se não comemos alimentos com uma natureza energética e estrutural compatível, não somente morremos prematuramente, como sofremos ao longo de nossa existência aqui no Planeta. A vida existe nos organismos vivos graças à atividade enzimática. Uma maior quantidade de enzimas presente no corpo representa uma maior capacidade de trabalho e vitalidade. As enzimas estão envolvidas em todos os processos funcionais do corpo. Elas guardam o princípio da vida. A existência delas nos alimentos e em todos os organismos vivos depende das condições ambientais mantenedoras da vida.
Uma temperatura a partir de 38 graus centígrados desativa progressivamente as enzimas. E, a partir de 45 graus, elas são totalmente destruídas e a estrutura das moléculas deformada. Portanto, quando cozinhamos os alimentos em temperatura superior a 45 graus, não mais teremos as enzimas e a vida presentes nesses alimentos. Como uma bateria que perdeu sua carga, o que teremos é uma estrutura sem vida. A energia que mantém o sistema organizado não existirá mais. Norman W. Walker descreve as enzimas como um princípio de energia cósmica. Como se fosse uma vibração que aperfeiçoa e ativa uma reação química, uma modificação atômica ou molecular. E que, ao mesmo tempo, faz com que as enzimas envolvidas no curso desse processo permaneçam intactas, sem alteração. Podemos dizer que elas são os catalisadores que promovem as reações bioquímicas. É primordial que se preserve o nível de enzimas do corpo. A maneira para se preservá-las e repô-las é através de alimentos crus ou com suplementos. A Natureza, na sua maestria, nos oferece as enzimas.
Isso através dos alimentos crus. Assim não precisamos forçar o nosso corpo a fazer esse trabalho. Em seus estudos, Walker conclui que ao ser humano, na faixa de 40 anos, devido aos desgastes da alimentação moderna, resta, em seu corpo, apenas 30% das enzimas. Segundo ele, uma vez que gastamos nossas enzimas, não se tem como restituí-las. Então, com a idade, associada ao estilo de vida atual, a exaustão das enzimas é acelerada. Dessa maneira, a qualidade de vida diminui sensivelmente. Com a diminuição das enzimas no organismo, a desintoxicação natural fica comprometida. O corpo é obrigado a gastar suas próprias energias vitais, no processo de desintoxicação. Utiliza mais do que é possível renovar. Isso não é sustentável, e assim ocorrem os processos degenerativos. Se não temos como trazer de volta as enzimas que perdemos com um estilo de vida inadequada, o que podemos fazer é preservar o que ainda resta. Para preservar nossas enzimas, necessitamos ingeri-las. E a maneira correta, para conseguir isso, é através da Alimentação Viva.
Portanto, para ter uma alimentação saudável é necessário compreender a importância das enzimas – apesar de a nossa cultura médica e nutricional ainda não dar o valor que esses assuntos merecem e que ainda existam muitas controvérsias. Sem sombra de dúvida, uma alimentação bem planejada com Alimentos Vivos é uma maneira inteligente de interagirmos com a inteligência da Natureza! Aqui estão alguns benefícios do regime alimentar rico em enzimas (ingestão de alimentos 100% crus):
• Aumenta a vitalidade
• Provê todos os nutrientes necessários ao organismo
• Equilibra as funções metabólicas
• Harmoniza o sistema endócrino
• Favorece a desintoxicação das células e dos tecidos
• Retarda o envelhecimento
• Desenvolve o cuidado com o próprio corpo
• Resgata a interação com a Natureza e a conexão com a Vida
• Desperta e expande a consciência cósmica.


(Textos extraídos do livro “Alimentação Viva e Ecológica- Um guia para organizar a sua dieta com sabedoria e receitas vivas deliciosas”, de Ros’Ellis Moraes)

quinta-feira, 7 de julho de 2016

PENSAR NO BEM PARA RECEBER O BEM!

Imagem da Internet




Ao tentar apagar a luz do próximo tenha apenas uma certeza, a sua será apagada no ato do seu pensamento!
Pensar no bem para receber o bem!

Mary_Mariana

sexta-feira, 17 de junho de 2016

A ROTINA FAZ PARTE DA VIDA!





A vida é uma verdadeira rotina!
Não se deprima, comparando a sua com a do outro...
A vida do outro, não é mais colorida do que a sua, somente têm um colorido diferente!
A rotina diária faz parte da vida, mas nada impede de você dar uma fugidinha, só não faça disso outra rotina.
É preciso saber viver, para a depressão não te pegar.
Certo?

Por Mary_Mariana
Petrópolis-RJ

17.06.2016

quinta-feira, 28 de abril de 2016

A DOR DO OUTRO É A DOR DO OUTRO!








Imagens da Internet



A dor do outro pode ser tanta, que de uma hora para outra pode transbordar, e sem querer atingir os que estão a sua volta!
Não se deixe contaminar por estes sentimentos, eles não nós pertence. Se não podemos ajudar, não atrapalhemos.
A caminhada do outro e somente dele, e ajudar dependerá dele querer!
Se a resposta a nossa boa vontade, for não, respondemos com respeito, exemplo e silêncio.
Lembre-se a resposta esta dentro de nós, só vamos além se houver empatia entre as partes e mesmo assim respeitemos o nosso tempo e o tempo do outro.
Silenciar e abraçar de coração, o coração do outro...
Não curamos ninguém sem estarmos curados, apenas ajudamos a tornar nossa passagem pela vida mais leve e suave.
Sejamos filtro e não esponja da dor alheia...

Bom Dia Flores do meu Jardim!!!
Mary_Mariana
Petrópolis_RJ
28.04.2016

terça-feira, 26 de abril de 2016

O PODER DA CURA



Foto da Internet


Mentes tumultuadas...
De barulhos ensurdecedores...
Onde o stress toma conta...
E nem se percebe...
É preciso silenciar...
Para ouvir a resposta...
No silêncio do outro...
Silencie também...
A resposta manifesta-se...
De dentro para fora...
Interiorize mais...
O poder da cura...
Esta dentro de cada um!

Por Mary_Mariana

Petrópolis-RJ

NOVO CAMINHO


Imagens da Internet



Novo caminho...
Basta trilhar...
Sem culpa...
Sem medo...
Com amor e disciplina...
Siga em frente...
Em duvida?
Deixe a intuição guiar...
Na luz interior...
Siga em frente...
Com sabedoria e respeito...
Rumo as novas ideias e projetos...
Doe-se.

Por Mary_Mariana

Petrópolis-RJ

segunda-feira, 18 de abril de 2016

O QUE SIGIFICA A FLOR DE LÓTUS





Flor de Lótus

No oriente, a flor de lótus significa pureza espiritual. O lótus (padma), também conhecido como lótus-egípcio, lótus-sagrado ou lótus-da-índia, é uma planta aquática que floresce sobre a água.

No simbolismo budista, o significado mais importante da flor de lótus é pureza do corpo e da mente. A água lodosa que acolhe a planta é associada ao apego e aos desejos carnais, e a flor imaculada que desabrocha sobre a água em busca de luz é a promessa de pureza e elevação espiritual.

É simbolicamente associada à figura de Buda e aos seus ensinamentos e, por isso, são flores sagradas para os povos do oriente. Diz a lenda que quando o menino Buda deu os primeiros passos, em todos os lugares que pisou, flores de lótus desabrocharam.

Nas religiões asiáticas, a maior parte das divindades costumam surgir sentadas sobre uma flor de lótus durante o ato de meditação.

Na literatura clássica de muitas culturas asiáticas, a flor de lótus simboliza elegância, beleza, perfeição, pureza e graça, sendo frequentemente associada aos atributos femininos ideais.

A flor de lótus representa um mistério para a ciência, que não consegue explicar a característica própria que possui de repelir microorganismos e partículas de pó.

É uma flor muito usada em tatuagens com diferentes significados associados a cada cor da flor. No Japão esta flor é muitas vezes tatuada em conjunto com o peixe koi, significando individualidade e força.

Na Yoga, a posição de Lótus (Padmásana) é a postura tradicional de meditação, em que a pessoa sentada entrelaça as pernas e pousa as mãos sobre os joelhos.

Significado das Cores da Flor de Lótus
Lótus Azul: remete para o triunfo do espírito em relação aos sentidos, significa sabedoria e conhecimento. Esta flor nunca revela o seu interior, porque está quase sempre totalmente fechada.
Lótus Branca: está relacionada com a perfeição do espírito e da mente,  estado de pureza total e natureza imaculada. Normalmente é representada com 8 pétalas.
Lótus Vermelha: revela a candura e natureza original do coração. Esta flor corresponde às qualidades do coração, como o amor, paixão e compaixão. É também conhecida como a flor do Buda da Compaixão, Avalokitesvara.
Lótus Rosa: apesar de muitas vezes ser confundida com a flor de lótus branca, a lótus rosa é a mais importante e especial de todas as lótus, estando relacionada com personagens divinas, como é o caso do Grande Buda.

A flor de Lótus fechada ou em botão é um simbolismo das infinitas possibilidades do Homem, enquanto que a flor de lótus aberta representa a criação do Universo.

Fonte: http://www.significados.com.br/flor-de-lotus/

domingo, 17 de abril de 2016

ABRAÇAR ÁRVORE FAZ BEM À SAÚDE, COMPROVA ESTUDO



Homem e natureza se complementam, afinal, só existimos porque a natureza proporciona as condições climáticas ideais para nossa espécie e também fornece todos os recursos naturais que precisamos. Tudo isso não é novidade para ninguém, tanto é que cada vez mais a questão da sustentabilidade é discutida por vários setores da sociedade, entre empresas e governos. A novidade da vez é que cientistas chegaram à conclusão de que abraçar árvores faz bem à saúde… Sério!
Além do simbolismo hippie de paz, amor e respeito à natureza, um estudo publicado no livro de Matthew Silverstone, chamado de “Cego pela Ciência”, confirma que existem benefícios reais para saúde ao abraçar uma árvore. Segundo o estudioso, entre os efeitos positivos estão o combate a doenças mentais, hiperatividade, transtorno de déficit de atenção, depressão, tempo de reação e ainda dores de cabeça. Além disso, segundo o livro há resultados positivos de saúde e bem-estar quando crianças abraçam árvores e interagem com plantas. No livro, Matthew apresenta dados de melhoras cognitivas e emocionais de meninos e meninas em locais verdes.
Você pode até pensar que viver ou trabalhar em locais arborizados passa uma tranquilidade natural, por isso o bem-estar. Porém, Matthew defende em seu estudo que existem propriedades vibracionais que as árvores transmitem às pessoas. “Tudo vibra, vibrações diferentes, sem dúvida, afetam comportamentos biológicos”, complementou o autor.
De acordo com o estudo, a pessoa recebe vibrações diferenciadas ao tocar uma árvore e isso pode fazer bem à saúde, principalmente nos dias de hoje, já que cada vez mais doenças relacionadas ao stress e estilo de vida aparecem na sociedade.

Fonte: http://www.pensamentoverde.com.br/ciencia/abracar-arvores-faz-bem-saude-comprova-estudo/#

" ABRAÇAR UMA ÁRVORE NÃO É ESTRANHO, ESTRANHO MESMO É DERRUBA-LAS. "


segunda-feira, 7 de março de 2016

HORTA CASEIRA







Mesmo com pouco espaço é possível ter uma mini horta em casa, além de ser  uma ocupação relaxante e prazerosa!
Bom apetite!!!

Mary_Mariana

domingo, 6 de março de 2016

MANJAR DE LEITE DE SEMENTE DE ABOBORA





INGREDIENTES:

1/2 litro de leite de semente de abobora
1/2 vidro de leite de côco ( usar 100 ml)
1 colher de chá de essência de baunilha
4 colheres de sopa de maizena
3 colheres de sopa adoçante em pó ( para culinária)

MODO DE PREPARO:
Em uma panela coloque todos os ingredientes e deixe cozinhar por 15 minutos, mexendo sempre
Untar a forma com óleo, depois enxague e reserve
Despeje o manjar na forma e deixe esfriar  e leve para a geladeira

CALDA:
2 copos de água
1 colher  de adoçante em pó para culinária
1 pacote de ameixa sem caroço 100 g



Depois de frio, desenforme e coloque a calda com ameixas

quinta-feira, 3 de março de 2016

SUSTENTABILIDADE




Foto da Internet



Sustentabilidade é uma característica ou condição de um processo ou de um sistema que permite a sua permanência, em certo nível, por um determinado prazo. Ultimamente, este conceito tornou-se um princípio segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação de necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras. Este novo princípio foi ampliado para a expressão "sustentabilidade no longo prazo", um "longo prazo" de termo indefinido.


A sustentabilidade também pode ser definida como a capacidade de o ser humano interagir com o mundo, preservando o meio ambiente para não comprometer os recursos naturais das gerações futuras. O conceito de sustentabilidade é complexo, pois atende a um conjunto de variáveis interdependentes, mas podemos dizer que deve ter a capacidade de integrar as questões sociais, energéticas, econômicas e ambientais.

Fonte da Matéria: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sustentabilidade

O QUE É DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL?

Fonte da Internet


A definição mais aceita para desenvolvimento sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.
Essa definição surgiu na Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, criada pelas Nações Unidas para discutir e propor meios de harmonizar dois objetivos: o desenvolvimento econômico e a conservação ambiental.

O que é preciso fazer para alcançar o desenvolvimento sustentável?

Para ser alcançado, o desenvolvimento sustentável depende de planejamento e do reconhecimento de que os recursos naturais são finitos.

Esse conceito representou uma nova forma de desenvolvimento econômico, que leva em conta o meio ambiente.

Muitas vezes, desenvolvimento é confundido com crescimento econômico, que depende do consumo crescente de energia e recursos naturais. Esse tipo de desenvolvimento tende a ser insustentável, pois leva ao esgotamento dos recursos naturais dos quais a humanidade depende.

Atividades econômicas podem ser encorajadas em detrimento da base de recursos naturais dos países. Desses recursos depende não só a existência humana e a diversidade biológica, como o próprio crescimento econômico.


O desenvolvimento sustentável sugere, de fato, qualidade em vez de quantidade, com a redução do uso de matérias-primas e produtos e o aumento da reutilização e da reciclagem.

Fonte desta matéria: http://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/questoes_ambientais/desenvolvimento_sustentavel/

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

PASTA DE GRÃO DE BICO _ HOMUS





Ingredientes

1 xícara (chá) de grão-de-bico de molho por 6 horas
1 xícara (chá) de tahine (pasta de gergelim)
Suco de 1 limão espremido
1 dente de alho pequeno
1 colher (chá) de cominho em pó
Sal marinho
1/4 de xícara (chá) de azeite de oliva
Água do cozimento do grão
Páprica para enfeitar


Modo de preparo

Escorra a água do grão-de-bico e em outra água leve ao fogo na panela de pressão.
Adicione sal. Quando pegar pressão, abaixe o fogo e cozinhe por 30 minutos.
Quando terminar, peneire os grãos e reserve a água de cozimento.
Coloque o grão-de-bico em um processador de alimentos e triture bem.
Adicione o tahine, suco do limão, cominho e azeite.
Continue a bater até obter a textura desejada.
Se o homus é muito grosso, adicione um pouco da água de cozimento.
Sirva com um pouco de azeite bom e salsinha picada e enfeite com páprica.


Obs: Eu não usei tahine (pasta de gergelim), cominho em pó e páprica; ficou uma delícia!

Penso ser uma questão de gosto, pretendo fazer com esses ingredientes, e que no dia que fiz eu não tinha estes em casa. 

Fonte: Bela Gil


sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

PÃO RÚSTICO DE FRIGIDEIRA (VEGANA)








Ingredientes

1 xícara e meia de farinha de trigo
1/2 xícara de água morna
1 pitada de sal
Azeite
Cebolinha picada

Preparo

Misture a farinha e a água morna, até a massa ficar bem homogênea e sem grudar nas mãos. Não precisa sovar nem deixar crescendo. Separe a massa em 5 bolinhas e abra cada uma delas em um disco bem fino. Pincele um pouco de azeite, salpique sal e por fim espalhe cebolinha picada a gosto. Enrole o disco de massa como se fosse uma panqueca, forme um rolinho e abra novamente. Coloque o disco de massa numa frigideira antiaderente e quando começar a chiar, vire para assar do outro lado.

Dica - Se o pão não chiar é só ficar de olho, quando aparecerem umas pintinhas mais escuras (como na foto) é hora de virar.

Foto 
http://naminhapanela.com/2011/01/24/pao-rustico/




Fonte:
http://www.cantinhovegetariano.com.br/2012/05/pao-rustico-de-frigideira.html



quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

BATATA DOCE ROSTI






Ingredientes

1 batata doce média
1 ovo batido
50 g de ricota amassada
Cheiro verde, orégano e sal à gosto


Modo de preparo

Cozinhe a batata com casca por 7 a 8 minutos , deixe esfriar. Retire a casca e rale no ralo grosso.

Junte a ricota, o ovo e os temperos.


Misture bem e leve ao fogo em uma frigideira anti- aderente por 2 minutos de cada lado ( até formar a casquinha) tampado para cozinhar ,em fogo baixo.

ALMEIRÃO REFOGADO




Folhas de almeirão
Alho
Cebola
Azeite
Sal

Lave as folhas de almeirão e deixe de molho numa bacia com água, sal e vinagre por 10 minutos, isso tira o amargo da folha.
Corte fininho as folhas, como se fosse couve.
Em uma frigideira coloque o azeite, o alho, a cebola e deixe refogar um pouco, depois adcione as folhas cortadas de almeirão, refogue por alguns minutos, tempere e sirva em seguida.



Foto da Internet
Almeirão roxo é menos amargo...


As folhas de almeirão são excelentes fontes de vitamina A, C e complexo B. Seus beneficios são antioxidante, diurético e muito usado para disturbios no fígado. O amarguinho dessas folhas é causado por substâncias chamadas lactucina e lactupicrina, são boas para saúde por conta do suas propriedades analgésicas.

Fácil de plantar, cresce rápido e é perene, não precisa de muito cuidado somente regas regulares. Tolera frio e calor. Suas flores também são comestíveis! Você pode plantar em vaso ou até mesmo em latinhas recicláveis.