segunda-feira, 18 de setembro de 2017

CINCO MOTIVOS PARA TER CACTOS EM CASA


Foto Mary_Mariana






Pensa em cultivar uma planta, mas falta tempo para cuidados intensos? Conheça uma espécie muito resistente: cactos! Confira dicas sobre os cuidados.


Se você não leva muito jeito com plantas ou sofre com a correria no dia a dia, saiba que existe uma espécie perfeita para o seu estilo de vida: os cactos. Eles podem ser encontrados em diversos tamanhos e, com certeza, você vai descobrir um ideal para qualquer ambiente do seu lar. Para convencer de vez que é possível dar um toque de verde na casa, sem levar junto muita preocupação, listamos cinco ótimas razões para você adquirir já um exemplar:

A área externa é perfeita para estas espécies
1. Frequentemente você se esquece de molhar as plantas ou simplesmente não sobra tempo? Saiba que os cactos têm uma forma de armazenar água em quantidades muito maiores do que outras espécies. A questão aqui é o contrário: se você regá-los com uma maior frequência do que entre sete ou dez dias, eles podem até morrer.
2. Se sua casa é muito quente e o sol é intenso em algum período do dia, deixe seu cacto exatamente nesse lugar. Não, isso não é nenhuma maldade! Essa espécie adora receber luminosidade direta por horas. Então, não precisa ter dó. A planta ficará cada dia mais bonita.
3. A variedade de tamanhos da família dos cactos permite que você tenha um na sala de seu apartamento ou em um enorme jardim. Dos míni aos de grande porte, todos conseguem viver em vasos. Quando o espaço acaba, a planta estaciona o crescimento, mas o ideal é substituir os vasos por outros maiores, para que a planta possa crescer.
4. Quer mais? Os cactos não precisam ser podados! Quando essa espécie cresce muito, ela não perde sua forma característica. Se você decidir cortá-lo um pouco, ele pode até ficar com um aspecto bem estranho. As versões pequenas da planta não precisam de nenhum tipo de corte.

5. É sempre bom ter um pedacinho da natureza em casa! Plantas que exigem muitos cuidados podem não ser a melhor opção para um dono inexperiente, mas o cacto proporcionará a deliciosa sensação de conviver com plantinhas no lar, sem correr o risco de ele não resistir à sua rotina.


terça-feira, 12 de setembro de 2017

TORTA VEGANA DE PALMITO COM MASSA DE GRÃO DE BICO


Foto de celular
Mary_Mariana


Ingredientes para a massa:

– 2 xícaras de grão de bico cozido
– 2 colheres de sopa de óleo vegetal
– 1 colher de chá de sal

Ingredientes para o recheio:

– palmito (medida de 2 vidros)
– ¼ xícara de azeitonas picadas
– 1 cebola grande picada
– 2 dentes de alho picados
– 2 colheres de sopa de óleo de milho
– 3 colheres de biomassa de banana verde
– 3 colheres de extrato de tomate
– sal e pimenta a gosto
– tomate cereja para decorar

Modo de preparo:

– Em um processador ou mixer, bata todos os ingredientes da massa até formar uma pasta grossa e homogênea. Se necessário, acrescente um pouco de água (1/4 de xícara) para ajudar o processador a triturar;

– Unte uma forma de fundo removível de aproximadamente 25 cm e forre o fundo e a lateral. Leve ao forno pré-aquecido a 20°C por 10 minutos;

– Enquanto a massa estiver assando, prepare o recheio. Em uma panela grande, refogue a cebola no óleo até ficar translúcida e acrescente o alho. Na sequência, adicione o palmito picado e as azeitonas, misture bem e agregue o extrato de tomate. Deixe cozinhar um pouco e adicione a biomassa. Mexa bem até atingir um recheio cremoso. Se necessário, coloque mais biomassa. Acerte o sal e a pimenta e desligue;

– Transfira o recheio para a massa já assada. Espalhe bem e finalize com tomatinhos laminados;

– Leve ao forno a 200°C por cerca de 20 minutos ou até as bordas da massa ficarem douradas e os tomates murcharem.

(rendimento: 1 torta)
Dica da chef:
Caso não tenha biomassa, engrosse o recheio com 2 colheres de amido de milho com ½ copo de água. Coloque na mistura após o extrato, mexendo bem até que o recheio fique cremoso.
*Por Chef Desiree Maistro
De acordo com a chef, essa receita de torta vegana de palmito é funcional, não contém glúten, lactose, nem açúcar refinado. Além disso, fica muito saborosa e é fácil de fazer. Confira!
Fonte: GQ

http://www.mimiveg.com.br/torta-vegana-de-palmito-com-massa-de-grao-de-bico/

quinta-feira, 22 de junho de 2017

E POR FALAR EM SAÚDE....

Imagem da Internet

“O que salva e o paciente entender, que ele tem que tratar a doença, ele tem que tomar o remédio e ser parceiro do tratamento e não cúmplice da doença.”

quarta-feira, 1 de março de 2017

O QUE COMER?




Para ter saúde não basta uma alimentação saudável e preciso uma vida equilibrada, entre outras coisas.
Por Mary_Mariana
Petrópolis-RJ
01/03/2017

Tudo o dia nós fazemos esta mesma pergunta.  Muitas pessoas podem ser dar ao luxo de escolher o que comer e onde ir comer; agradeço todos os dias por essa graça. Mas existem muitas pessoas que são privadas deste pequeno e tão necessário luxo, pelos mais diversos motivos, como por exemplo, situação financeira, problemas de saúde e etc...  
Bem, hoje em dia estamos vivendo um modismo relacionado à como se alimentar saudavelmente, eu te pergunto: você sabe o que é comer saudavelmente?
Então, alguma coisa você sabe sim, devido à divulgação pelos meios de comunicação, pela a orientação do seu médico, pelas dicas dos amigos ditos saudáveis. Porque ditos saudáveis? Eu acredito que não existe ninguém saudável completamente e nem dono da verdade, mas ter um problema de saúde não é o fim do mundo, basta adaptar-se e se lembrar de que: ninguém e igual a ninguém. O que serve para você não serve para o outro, de a dica de saúde, mas mande procurar um especialista. E mais uma coisa estamos sendo envenenados descaradamente pela boca e isso já faz algum tempo, mas deixe este assunto para depois, em outras matérias aqui do blog. E importante também respeitar as escolhas dos outros, boa o ruim a escolhar é de cada um.
O que comer? Venho fazendo esta pergunta muito frequentemente com o foco no tão, tão saudável, rs rs rs...  Bem gente comer saudável, dar trabalho, leva tempo e acaba dando até estress, sem falar das piadinhas dos colegas, a mais famosa a da alface por exemplo. Bem nem ligo para isso, mas vamos deixar este tema das piadinhas para outra oportunidade. Aqui quero focar algo que aconteceu ontem comigo e me fez pensar em tudo que estou escrevendo aqui.
Ok, depois de ir ao velório de uma colega, que pouco convivi e da sua estória de vida sei pouco e isso pouco importa, pois tem pessoas que o coração está estampado no rosto. Não gosto de velório e muito menos cemitério, mas faz parte da vida, estava lá como sempre pelos vivos, pelo apoio e solidariedade numa hora triste, as pessoas que ela amava e convivia. Numa terça-feira de carnaval, triste, isso foi para lembrar-me que nossa vida é feita de altos e baixos, por um momento me passou muita coisa na cabeça, mesmo sabendo que tudo acaba em pó eu precisava seguir, e aí segui minha família, que me acompanhava, as compras.
Nas compras buscava no primeiro mercado algo para a minha alimentação dita saudável, mas eta mercado caro e com poucas opções, então eu resolvi ir sozinha ir a outro mercado, buscar o que eu procurava, no segundo encontrei boa parte do que buscava e fiquei satisfeita. Nesta minha compra eu procurava algo a mais, delicioso mais não tão saudável, que quem pode e comendo com moderação não faz mal, uma torta alemã, que era para dar de presente para meu filho. Fui para casa lanchar e minha mãe com todo o carinho fez uma pizza de queijo pensando em mim, já que sou vegetariana, mas a sobremesa era sorvete e eu depois daqueles meus pensamentos em que todos vamos virar pó, resolvi comer um pouco, aí meu filho me perguntou, mãe você não é vergana, vai tomar sorvete? Eu não gosto de rótulos, o que sou o que deixo de ser, só a mim cabe saber, mas amo compartilhar conhecimento, quando mais me dou, mais recebo.  Na verdade o que estou buscando com esta divulgação do que é ser vegana vegetariana e encontrar novas opções na minha vida, porque não adianta ter uma alimentação saudável, sem ter uma vida equilibrada entre os altos e baixos. Naquele momento me permiti a comer um sorvete de flocos que nem gosto muito para me dar um prazer... Caramba, agora me pergunto por que fiz isso? Que prazer me deu isso?  Só sei que meu filho me perguntou: porque divulgava sobre ser vegana vegetariana e comia soverte? Divulgo no meu blog e nas minhas redes sociais um ponto de vista meu, num certo momento meu, mas tudo nesta vida é temporário.
“Tudo na vida é temporário. Por isso, se as coisas correrem bem, desfrute-as, porque não duram para sempre e, se as coisas correrem mal, não se preocupe, também não durarão para sempre.”
Pensando assim, eu me perdoo e sigo em frente sem pensar muito no que o outro está pensando, mas buscando o meu melhor e o melhor para mim em matéria de alimentação, e se acontecer de novo que eu escolha um sorvete dos meus preferidos, rs rs rs.
Escrevendo este me dei conta do porque me dedico a estes blogs e redes sociais com tanto carinho e dedicação, e que por de trás desta telinha têm um ser humano, que respeito e amo muito, claro que cada um de uma forma diferente de amar, na busca de viver melhor comigo mesma acabo convivendo melhor com vocês e nesta troca de conhecimento e amizade, ganho algo que nenhum dinheiro pode comprar e este tesouro levo comigo no meu coração...

Por Mary_Mariana
Petrópolis-RJ

01/03/2017